Materiais para tempos livres

Cliquem no link em baixo e abrir-se-á um conjunto de pastas e documentos que podem ver e descarregar. Nada de outro mundo, mas … é qualquer coisa.

Manuais – Sorrir no Isolamento


(…) um conjunto de manuais adaptados a crianças, jovens, adultos e a idosos, concebidos por estudantes da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, em parceria com a iniciativa Brain 4.0.(…)

Aqui no site, no compartimento BONECOS uns desenhos, para já.

Crianças e Covid-19

“(…)Porque é que há menos crianças infetadas pela Covid19 do que os adultos?

Maria João Brito, responsável pela Unidade de Infeciologia do Hospital Dona Estefânia, alerta que as crianças saudáveis também podem ter a doença.

É verdade que há menos crianças infetadas, em geral, do que adultos. Isto acontece porque, para se ser infetado por um vírus, é preciso ter recetores para o receber. Nas crianças, o número de recetores que existem no aparelho respiratório para receber o vírus é menor do que os adultos. Por cada 10 anos de vida, aumenta o número de recetores para o vírus – os idosos, se tiverem contato com o vírus, têm mais probabilidade de ele entrar nas suas células porque existem muitos recetores. Já a criança tem poucos, portanto, o número de crianças infetadas será menor. Por outro lado, nas crianças, a chamada imunidade inata é mais elevada que nos adultos. A imunidade inata é a capacidade que temos de combater infeções virais. À medida que crescemos, a imunidade vai enfraquecendo e, no adulto, ela é muito pobre. Isso faz com que um menor número de crianças seja infetado por este tipo de vírus. (…)”

Fonte: Coronavírus: Hospital Dona Estefânia tem 30 crianças em estado grave, 31 de março